Backstage Music


 
HomeHome  FAQFAQ  SearchSearch  RegisterRegister  Log in  
Photobucket
INTERVIEWERS WANTED!
+Info

Share | 
 

 ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY

Go down 
AuthorMessage
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Mon Dec 20 2010, 23:27


Os suecos DARK TRANQUILLITY quase que não necessitam de apresentações. Mas para os mais distraídos: são uma das bandas pioneiras do death metal melódico e a que se mantém activa há mais tempo. Completaram em 2009 20 anos de carreira, ano em que também tocaram no Vagos Open Air. O 9º álbum, “We Are The Void”, viu a luz do dia no início deste ano e a tour “Where Death Is Most Alive – part II” incluiu Porto e Lisboa em Outubro passado. O Backstage falou com o guitarrista e fundador Niklas Sundin sobre tudo isto e algo mais.

Backstage Music Fórum: Olá! Muito obrigado por falares com o Backstage. A primeira questão tem de ser sobre o vosso regresso a Portugal, claro. Depois de mais de uma década, vocês voltaram o ano passado para um festival e agora para dois concertos como cabeças de cartaz. Lembravas-te como tinha sido antes? E como foi agora, depois destes anos todos?

Niklas Sundin: Nós demos um ou dois concertos em Portugal em 1996, na tour com CANNIBAL CORPSE, IMMOLATION, IMPALED NAZARENE e VADER, e esses foram mesmo bons do que me consigo lembrar. Mas o festival na época do “Haven” foi um autêntico desastre. A maior parte dos elementos estavam demasiado bebâdos, a tenda do festival quase que voou com o tornado e foi uma performance horrível, ah ah. Ainda pensamos nisso com vergonha como tendo sido um dos piores concertos de DT de sempre. Por outras palavras, estamos muito contentes por ter reparado a nossa reputação ao tocar no festival de Vagos e os dois concertos recentes no Porto e em Lisboa. Vocês têm um público muito bom e dedicado ao metal e esperamos poder tocar mais vezes no vosso país no futuro.

BMF: Por falar nesse festival, Vagos Open Air, nós achámos muita piada quando vocês se enganaram no princípio da “Punish My Heaven”. E vocês? Como músicos, ficaram chateados ou ainda se riem disso?

Niklas: Temos de nos rir. Nós damos o nosso melhor para apresentar uma boa actuação e levamos o nosso trabalho muito a sério, mas somos apenas humanos e em raras ocasiões acontece que as coisas se f****. É música ao vivo, afinal de contas, e ninguém é perfeito – por isso não é o fim do mundo. Acho que tivemos de parar e recomeçar uma música talvez umas 5 vezes em todo este tempo, e isso é menos de um concerto em cada 100, por isso a proporção ainda é bastante boa, ah ah!

BMF: Algumas bandas demoram meses a fazer audições a novos membros, mas quando o Mikael Niklasson (baixista) saiu, vocês anunciaram o Daniel Antonsson cerca de 6 semanas depois! Como é que isso aconteceu, uma decisão tão rápida?

Niklas: As coisas simplesmente deram logo certo com o Daniel, por isso não fazia sentido adiar a decisão. Nós recebemos mais de 100 candidaturas de pessoas de todo o mundo, mas devido ao facto de que tínhamos a tour europeia à porta, as coisas tinham de se mexer bastante rápido. O Daniel vem do mesmo ambiente, tem uma formação semelhante à do resto de nós, por isso era mesmo o candidato perfeito. Não teria lógica nenhuma fazer uma grande audição com dez tipos diferentes; seria uma perda de tempo.


BMF: No canal de YouTube da Century Media podemos ver os vídeos “making of” de “We Are The Void” e a durante a gravação das vozes, o Mikael (Stanne, vocalista) diz a dada altura que “Dream Oblivion” é uma das canções maioritariamente escrita pelo Daniel, pelo que tinha “uma sensação diferente”. O que trouxe o Daniel para os DARK TRANQUILLITY?

Niklas: Bem, é sempre bom ter sangue fresco na banda. Só tivemos algumas alterações de formação em toda a nossa carreira e de todas as vezes tratou-se de substituir alguém que se tinha cansado e não queria continuar com isto. O Daniel trouxe muito entusiasmo e ideias novas assim como é um músico muito talentoso e com um bom conhecimento de gravações em estúdio.

BMF: Também nesses vídeos ficamos com uma ideia do processo de gravação de um álbum dos DARK TRANQUILLITY, mas diz-nos quais as coisas mais excitantes e mais chatas desse processo.

Niklas: Na verdade, a maioria das coisas é chata e entediante. A gravação em estúdio é mais acerca de passar muito tempo a obter os sons certos e a documentar as ideias o melhor possível, o que é stressante e tem um certo nível de pressão. Também tem um elemento criativo e, claro, temos grandes momentos quando sentes que tudo está bem, mas no geral ficamos sempre muito contentes de ter completado um álbum e sair do estúdio.

BMF: Vocês sempre estiveram envolvidos na produção dos vossos álbuns, mas em 2005 foram os únicos produtores de “Character”. Depois chamaram Tue Madsen para o “Fiction” e recrutaram-no novamente para “We Are The Void”. Não gostaram da experiência ou simplesmente acham melhor ter alguém fora da banda, com uma perspectiva objectiva, para fazer o trabalho?

Niklas: Isto é um pouco malentendido. O termo “produtor” pode significar muitas coisas diferentes para pessoas diferentes. No sentido tradicional da palavra, um produtor ajuda a banda com a composição e arranjos das músicas, re-arranja as coisas à sua maneira e faz parte no processo criativo. Nós nunca tivemos ninguém a fazer isto. Em cada álbum, o papel da pessoa com que trabalhámos foi sempre o mesmo – ajudar a obter o som certo de cada instrumento e depois misturá-los para fazer com que o álbum soe o melhor possível. Isto significa que ele está envolvido nos primeiros dias para preparar as coisas e depois ficamos sozinhos no estúdio durante algumas semanas, a gravar tudo por nossa conta. Depois disto feito, o “produtor” – Fredrik Nordström no passado e Tue Madsen nos dois últimos álbuns – faz a mistura.


BMF: Eu acho louvável que vocês, andando nisto há mais de 20 anos e sendo uns dos pioneiros do melodic death metal, sejam humildes o suficiente para irem em tour como banda de abertura, como fizeram no início deste ano para os KILLSWITCH ENGAGE. Como correu? Houve fãs mais por vocês do que pelos cabeças de cartaz?

Niklas: Nunca nos preocupámos muito com prestígio – nós fazemos uma tour se achamos que vai ser divertido. Muita gente disse-nos que achava uma vergonha que nós tocássemos antes dos KILLSWITCH já que eles são influenciados pela “Gothenburg scene”, mas isso é estúpido. Eles vendem álbuns dez vezes mais que nós nos Estados Unidos, por que não deveriam ser eles os cabeças de cartaz? Há muitos exemplos. No nosso primeiríssimo concerto na Finlândia, em 1995, tivemos os HIM a abrir para nós. O primeiro concerto dos ARCH ENEMY foi como nossa banda de suporte numa cidade pequena sueca. IN FLAMES, SOILWORK, CHILDREN OF BODOM e muitas outras bandas que actualmente são “big acts” foram todas bandas de suporte dos DT nos velhos tempos. Muitas outras bandas teriam recusado abrir para eles alguns anos mais tarde, mas nós não ligamos nenhuma a essas coisas.

BMF: A primeira música do “We Are The Void” a ser publicada foi a “Dream Oblivion” e depois vocês fizeram um vídeo para a “Shadow In Our Blood”. Mas uma das músicas que teve mais airplay na rádio do vosso país e ajudou a promover o álbum foi a “Her Silent Language”, que vocês não tocam ao vivo. Alguma razão em especial?

Niklas: Hmm… é sempre algo complicado de decidir. “Her Silent Language” é obviamente mais “radio friendly”, mas seria muito desinteressante escolher uma música para um vídeo só com base nisso. Nem tenho a certeza se estará entre as melhores músicas do álbum. “Shadow In Our Blood” não é muito comercial mas é representativa do álbum e também muito diferente para nós, já que não contém muitas harmonias de guitarra. Normalmente ficamos satisfeitos em deixar estas decisões à companhia discográfica; para nós não é super importante que músicas são utilizadas para os vários propósitos.

BMF: Diz-se que este álbum retoma de onde o “Fiction” ficou. Alguma ideia se o seguinte vai também funcionar desse modo ou vão tentar algo completamente diferente?

Niklas: Não faço a mínima, à data. Somos seis pessoas com gostos musicais e ideias muito diferentes e toda a gente tem a mesma proporção nas decisões. O meu desejo pessoal é que façamos algo muito, muito diferente da próxima vez, mas ainda é muito cedo para saber o que vai acontecer.

BMF: Antes da publicação do “We Are The Void”, li uma declaração da banda que dizia, » O resultado final vai provavelmente surpreender-nos tanto como a vocês «. E então, surpreendeu? :-)

Niklas: Foi bem verdade! O que quisemos dizer foi que cada álbum é um livro aberto até estar completamente terminado. Nós temos uma ideia básica de como vai soar, mas mesmo que a maior parte do material seja escrito de antemão, o produto final é sempre imprevisível.

BMF: Mais uma vez obrigado pelo teu tempo e boa sorte para o resto da tour!

Niklas: Muito obrigado!

Texto & fotos: Renata Lino
Back to top Go down
Solitude
Photographer
avatar

Registration date : 2009-08-07
Female Number of posts : 13
Age : 41
Country/ City : Portugal/Queluz
Preferred Music Style : Metal (almost all genres)

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Mon Dec 20 2010, 23:48

Parabéns, Pieni, pela excelente e simples entrevista!!!!!
Gostei muito mesmo !
Back to top Go down
http://poisonedtwilight76.deviantart.com/
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Mon Dec 20 2010, 23:54

Tack, Solie. Também gostei bastante da frontalidade e humildade do Niklas. Passei a admirá-los ainda mais
Back to top Go down
Anger
Music listener
avatar

Registration date : 2009-03-03
Number of posts : 89
Country/ City : Espinho/ Portugal
Preferred Music Style : Heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 01:19

Muitos parabéns por esta entrevista aos DT.
Uma banda que merece todo o destaque pelo trabalho que tem feito no metal
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 01:27

Obrigado, Anger ^^
Back to top Go down
Black Ju
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2008-02-26
Female Number of posts : 817
Age : 37
Country/ City : Portugal/Gondomar
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 01:38

Boa entrevista Renata
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 01:43

Obrigado a ti também, Ju
Back to top Go down
Madalena
Music listener


Registration date : 2010-12-21
Female Number of posts : 1
Country/ City : Albergaria-a-Velha
Preferred Music Style : Heavy Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 11:41

Recordo-me dessa cena que eles se enganaram no inicio de uma musica no Vagos. Fartei-me de grizar
Ainda não ouvi o novo album. Disseram-me que está poderoso
Parabéns a este forum por fazer coisas interessantes como esta entrevista
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Dec 21 2010, 13:32

Eh eh, eu acho que toda a gente se riu nesse engano. Principalmente quando o Stanne disse para não contarmos a ninguém, ah ah.

Obrigado, Madalena, e bem-vinda ao Backstage
Back to top Go down
Victor Matos
Musician
avatar

Registration date : 2009-03-24
Number of posts : 75
Country/ City : Portugal/V.N. de Gaia
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Sun Jan 02 2011, 19:37

Tá muita boa malha esta entrevista, curti muito o tipo de "discurso" do Niklas, deve de ser um gaijo porreiro, ciente daquilo que quer, e como todo o verdadeiro um Lutador!.
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Sun Jan 02 2011, 19:45

No que toca à entrevista, muito obrigado, Victor. Quanto ao entrevistado, como diz um amigo meu, "já são muitos anos a virar frangos" no mundo da música
Back to top Go down
Max
Music listener


Registration date : 2009-10-09
Male Number of posts : 113
Country/ City : Porto
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Jan 18 2011, 13:15

Perguntas bem feitas e no geral está bem elaborada
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Tue Jan 18 2011, 14:19

Obrigado, Max. Tento sempre fazer perguntas de acordo com o "historial" mais recente da banda, ligando-o ao mais antigo, claro
Back to top Go down
Amorphis
Music listener
avatar

Registration date : 2007-11-02
Number of posts : 259
Country/ City : Porto
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Thu Mar 03 2011, 01:12

Após alguma ausencia estou de volta.
Vejo que os trabalho que por aqui se fazem continuam a ser com qualidade.
Os DT foram das 1ªs bandas de metal que eu ouvi. São sem duvida uma referencia para mim.
Gostei de ler esta entrevista que me fez conhecer ainda mais a banda
Back to top Go down
Pieni
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2009-04-06
Number of posts : 548
Age : 39
Country/ City : Portugal / Gaia
Preferred Music Style : hard'n'heavy

PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   Thu Mar 03 2011, 17:58

Welcome back, Amorphis E obrigado. Fico contente por teres gostado da entrevista
Back to top Go down
Sponsored content




PostSubject: Re: ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY   

Back to top Go down
 
ENTREVISTA DARK TRANQUILLITY
Back to top 
Page 1 of 1
 Similar topics
-
» Industrial, Noise, Neofolk, Dark Ambient, Electronic stuff to check...
» Henrik Bath (Harmony, Darkwater)
» Darkwater - New Album Update
» New Songs from Project 86 and Staple
» MC Spyder's B'Day Bash:Darkhouse '96

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
Backstage Music :: General :: Hard n Heavy :: Interviews-
Jump to: