Backstage Music


 
HomeHome  FAQFAQ  SearchSearch  RegisterRegister  Log in  
Photobucket
INTERVIEWERS WANTED!
+Info

Share | 
 

 31.10.2010 - Bracara Extreme Fest - 2º dia

Go down 
AuthorMessage
Black Ju
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2008-02-26
Female Number of posts : 817
Age : 38
Country/ City : Portugal/Gondomar
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: 31.10.2010 - Bracara Extreme Fest - 2º dia   Fri Nov 05 2010, 02:03

BRACARA EXTREME FEST
2º DIA - 31 OUTUBRO 2010



31 de Outubro 2010
PARQUE DE EXPOSIÇÕES DE BRAGA

Line Up: Primordial, Rotten Sound, Heirs, Grog, Mael Mórdha, Uzômi, The Night Terrors, Vai-te Fo***

Reportagem realizada por:
Texto e fotos - Joana Cardoso



No Halloween, 31 de Outubro, teve lugar o segundo dia do V Bracara Extreme Fest.
Este era o dia mais aguardado pelos festivaleiros, no qual se registou uma maior afluência de público, sendo quase o dobro do dia anterior. O frio manteve-se, mas a chuva não se manifestou, o que permitiu ao público deslocar-se pelo espaço exterior mais á vontade.

Cerca das 19:05h coube aos bracarenses VAI-TE f****** os primeiros acordes do palco (+). Ao som do seu Grindcore/Punk/Hardcore divertiram todos quantos já se encontravam no recinto. Dez minutos após o início do concerto tiveram falta de corrente em palco, o qual foi prontamente resolvido. “Bófia de Merda”, “Bagaço” e “Vai-te f******” foram alguns dos temas mais conhecidos deste quinteto.






SETLIST
01. SSFF
02. Bófia de Merda
03. Desordem Total
04. Grind Gigolo
05. Zombie Alcoólico
06. S.B.
07. Bagaço
08. Vómito pela Manhã
09. Anti Posers
10. Viciados nos 80
11. Vai-te f******
12. Rock no Canoa
13. Caos e Confusão
14. Degredo
15. Nascido para Odiar


De seguida, uma das grandes surpresas e destaques da noite, os australianos THE NIGHT TERRORS.
Logo no início do concerto deparámo-nos com um estranho instrumento, manipulado por Miles Brown, de nome “Theremin”.
Trata-se de um instrumento electrónico criado por volta de 1920, cuja principal característica é poder ser tocado sem contacto físico com o músico. Isto é possível devido ao seu sistema de duas antenas de metal que são sensíveis á posição das mãos do executante, que reproduz um som psicadélico.


O trio de Melbourne veio dar a conhecer o seu som Experimental/Alternativo/Psicadélico através do álbum de longa duração – “Back to Zero” (2009). Estiveram sempre concentrados e entregues aos seus instrumentos, deliciando a plateia e transportando-nos para um mundo inteiramente criado pela combinação de sintetizadores, baixo, bateria e theremin.
Destaco os temas “Saturnalia” e “Righteous”, onde o theremin sobressai.
É certamente um colectivo a ouvir com melhor atenção e a seguir.






SETLIST
01. Human Hair
02. A Children's Story
03. Bruiser
04. Meteor Shower
05. Saturnalia
06. Woodpecker from Mars
07. Righteous
08. The Dream Eater



Os brasileiros UZÔMI, oriundos do Rio de Janeiro, proporcionaram um dos espectáculos mais teatrais do palco (+). Com uma dupla de vocalistas imparável ao som de um Trash/Crossover, pudemos assistir a um debitar de acordes “violento”, bastante enérgico deixando impressionados todos quanto assistiram à sua performance.
Grande parte dos temas tocados fazem parte do seu último álbum, de 2008 – “Sangue, Sangue”.








SETLIST
01. Intro
02. De Volta ao Ralo
03. Reviceral
04. O Segredo
05. Escória do Mundo
06. Al Azif
07. KKK
08. Solomatara
09. Me Chamo Calado
10. Jogo de Rades
11. Dança dos Vermes
12. Freak Show
13. Árvore dos Enforcados
14. Ladrão de Almas
15. Thrash

Vindos da Irlanda os MAEL MÓRDHA, estreantes em Portugal, vieram dar-nos a conhecer o seu Folk Metal através do mais recente registo de 2010 – “Manannan”. Os rostos e braços pintados ao estilo tribal e o vocalista envergando trajes do género medieval ajudaram a criar o ambiente desejado para entrar no espírito musical e bucólico do colectivo.
Puxaram bastante pelo público durante o espectáculo, o qual correspondeu com muita animação impressionando a banda e levando a que o vocalista Roibéard Ó Bogail descesse do palco no último tema interpretado - “Gealtacht Mael Mórdha”.










SETLIST
01. Cluain Tarbh
02. Winds Of 1000 Winters
03. Manannán
04. Doom of the Races of Eire
05. Pauper of Souls
06. Window of Madness
07. Gealtacht Mael Mórdha

De volta ao Grindcore no palco (+) os GROG provaram que estão cada vez melhores e são uma referência no estilo a nível nacional. Foi o primeiro concerto de todo o festival onde o mosh se manifestou finalmente e por vezes de forma algo violenta.
Inicialmente a assistência estava afastada do palco mas Pedra desafiou o público provocando: “Vocês estão a um metro de ter um orgasmo!”, o que serviu de mote para a dança frenética.
Ivo e Pedra também se juntaram “à festa” descendo do palco e associando-se à “roda”.








SETLIST
01. Dawn of the Living Dead
02. Stream of Psycopathic Devourment
03. Sicko
04. Ass Sapiens
05. Splashterized Autopsy
06. Cult of Blood
07. Beyond the Freakish Scene
08. Monstrous Anatomic Deformation
09. Vaginal Teen Groove Grind Fluids
10. Necrogeek
11. Fellowship of the Shaved Balls
12. Anal Core
13. Alive & Botled
14. Split 3 to Share
15. Sado-Masoquist Butchery
16. Barbie Doll Fuck'em All
17. Cannibalistic Devourment
18. Blood in my Face
19. Terrified

De seguida sobe ao palco (-) mais uma banda australiana, os HEIRS. Com uma sonoridade Experimental/Industrial/Downtempo vieram apresentar principalmente o álbum de 2010 – “Fowl”, do qual tocaram 4 temas e 2 do registo anterior “Alchera”.
O concerto realizou-se com baixa luz, visualizando-se quase só as silhuetas dos músicos, e com uma pequena vela de cheiro na frente do palco ajudando a criar o ambiente favorável à envolvência que a sua música requer. A sonoridade era algo semelhante à dos seus conterrâneos The Night Terrors mas num registo mais negro.
Neste evento contaram com a participação de Miles Brown no theremin e teclas ajudando a “embelezar” ainda mais a melodia que deixou a todos inebriados.
Apesar de alguns não se terem sentido cativados, esta banda agradou bastante aos presentes e nem Alan Averill e Pól MacAmlaigh (Primordial) quiseram perder esta oportunidade, assistindo entre o público.








SETLIST
01. Dust
02. Fowl
03. Burrow
04. Mockery
05. Drain
06. Russia

O concerto dos finlandeses ROTTEN SOUND foi uma verdadeira brutalidade do início até ao final do mesmo. O seu Deathmetal/Grindcore despertou as movimentações maiores de todo o festival. Não houve frio que se sentisse no palco (+). Keijo Niinimaa entrou em “cena” de garrafa de vinho na mão pronto a dar o mote para a descarga de energia, a que o público não se fez rogado fazendo mosh e crowdsurfing constante.
Houve ainda tempo para a agradecer a forma como foram recebidos e o público teve como “bónus” um encore.










SETLIST
01. Intro
02. Slay
03. Western Cancer
04. Poor
05. Days to Kill
06. GDP
07. Loss
08. Void
09. Insects
10. Targets
11. Caste System
12. Units
13. Simplicity
14. Missing Link
15. Blind
16. Green Economy
17. Machinery
18. Intoxication
19. Corponation
20. The Effects
21. Decay
22. V.S.A.
(Encore)
23. Burden
24. Nation

Coube aos aguardados cabeças de cartaz PRIMORDIAL encerrar o Palco (-). Os irlandeses provaram mais uma vez “o que valem” protagonizando a melhor actuação do festival e com maior assistência.


Alguns quiseram garantir o seu lugar em frente ao palco deslocando-se cedo para o local de forma a estarem mais próximos da banda.
“We are Primordial from Republic of Ireland and this is Empire Falls” foram as primeiras palavras proferidas pelo front-man do quinteto, que teve uma relação fantástica com o público, aproximando-se dos fãs e incentivando-os constantemente durante todo o espectáculo.
Neste concerto pudemos ver Cathal Murphy na bateria (tocou nos concertos em Espanha e Portugal) e Gerry Clince (Mael Mórdha) na guitarra substituindo Michael O’Floinn.




Após uma ausência de 5 anos do território português, a visita dos Primordial era aguardada com bastante ansiedade e muitos foram aqueles que não quiseram desperdiçar esta oportunidade de os ver ou rever.
Vários temas fizeram as delícias do público, como “Empire Falls”, “Sons of The Morrigan” ou “Coffin Ships” que aproveitou para acompanhar cantando.




Alan A. Nemtheanga relembrou que o primeiro concerto que deram fora da Irlanda foi em Portugal, e por isso sentem por nós um carinho especial que é evidentemente retribuído pelo público.
Sem dúvida foi um concerto fantástico que esperamos que não demore outros 5 anos a repetir-se.






SETLIST
01. Empire Falls
02. Gallows Hymn
03. Sons of the Morrigan
04. As Rome Burns
05. The Burning Season
06. The Coffin Ships
07. Gods to the Godless
(Encore)
08. Heathen Tribes
09. No Nation On This Earth

O festival terminou no Palco (+) com os portuenses Sektor 304 dando a conhecer o seu som Experimental/Industrial/Psicadélico.





Pontos positivos que destacamos do festival:
- Bandas de grande qualidade e diversidade musical;
- Bandas menos conhecidas do grande público como The Night Terrors e Heirs que se destacaram pela diferença e qualidade;
- Existirem dois palcos, não se perdendo tempo com a mudança de backline e checksounds, podendo assim rentabilizar melhor o tempo;
- Haver a possibilidade de comprar bilhetes para apenas um dos palcos ;
- Grande espaço para estacionamento.

Como pontos a melhorar para uma próxima edição:
- Os urinóis portáteis, que estavam posicionados em frente ás bancas do merchandising e às mesas de repouso. Foi um sítio mal escolhido, existindo bastante espaço disponível tanto no parque de estacionamento, como noutras áreas abrigadas um pouco mais afastadas dos palcos.
- Não existir comida à venda dentro do recinto ou informações de locais próximos onde se pudesse comer;
- O atraso do primeiro dia, tanto dos concertos como da abertura da bilheteira.


A SWR inc. está de parabéns pela óptima organização e por mais uma boa aposta musical. Ficamos a aguardar a próxima edição.
Back to top Go down
Black Ju
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2008-02-26
Female Number of posts : 817
Age : 38
Country/ City : Portugal/Gondomar
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: 31.10.2010 - Bracara Extreme Fest - 2º dia   Sat Nov 06 2010, 03:45

O Espaço Exterior:







Back to top Go down
 
31.10.2010 - Bracara Extreme Fest - 2º dia
Back to top 
Page 1 of 1
 Similar topics
-
» Luv Injection v Saxon: UK -27.08.2010 "Rise of the Gladiators"
» Legends of Rock 2010
» CHRISTMAS 2010 REGGAE SELECTION 1
» Poison Dart (Fl) v Mighty Crown: Antigua 03.04.2010
» Extreme Christian metal.

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
Backstage Music :: General :: Hard n Heavy :: Live Music Feedback-
Jump to: