Backstage Music


 
HomeHome  FAQFAQ  SearchSearch  RegisterRegister  Log in  
Photobucket
INTERVIEWERS WANTED!
+Info

Share | 
 

 ENTREVISTA CYNIC

Go down 
AuthorMessage
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: ENTREVISTA CYNIC   Thu Sep 03 2009, 23:41


ENTREVISTA CYNIC
PAUL MASVIDAL | VOCALISTA DOS CYNIC
Entrevista Realizada por: Sandra Manuel





Apenas com dois álbuns lançados numa carreira de 15 anos, Cync é aquela banda que agarrou o publico desde o ano em que se formaram.
O último álbum "Traced In Air" é um êxito, e foi em 2009 que pela primeira vez pisaram um palco em Portugal, mais precisamente no mês de Agosto de 2009 no Festival Vagos Open Air.

O backstage Music Forum esteve à conversa com Paul Masvidal, vocalista da banda, não só para conhecer melhor Cynic como o próprio Paul.






Backstage Music Forum:
Começaste a tua carreira nos Cynic com apenas 16 anos.
Agora com 38 anos, o que é diferente para ti? Refiro-me essencialmente à tua atitude, a tua opinião sobre a vida de um músico.

Paul Masdival: Eu sou uma pessoa completamente diferente e ainda assim essencialmente o mesmo. Há uma percepção de raiz básica que tem a ver com a partilha de amor à música e a escolha para fazer um caminho na vida que vai além da personalidade. É mais uma maneira de ser. Música tornou-se essa maneira de ser para mim, é essencialmente uma parte de mim, nem mesmo uma extensão, mas uma parte integral de quem eu sou e como comunico como um ser humano.


BMF: Quando não estás a compor ou num concerto, trabalhas como musico terapeuta e como voluntário em acompanhar e confortar os moribundos.
Fala-me um pouco deste trabalho.

PM: Comecei a fazer este trabalho em 95 logo após o período Focus. Comecei porque eu estava interessado em fazer algo construtivo com o meu tempo, longe da música e a ajudar os outros se pudesse. Eu também estava com medo da minha própria impermanência, e assim por ficar mais íntimo com ela, comecei a ver que o que eu mais temia era apenas o monstro que minha própria mente transformava sobre o assunto. Portanto, este trabalho foi mais por mim do que pelos outros. O que eu descobri cada vez que eu tive a oportunidade de me sentar com uma pessoa a morrer, era que eu não era seguro. Todas as minhas armaduras e formas de proteger-me se dissolveriam nessa situação e eu tive que lidar com isso. Este trabalho tem sido um grande professor para mim.


BMF: "Focus", o álbum de estréia foi considerado como uma obra fundamental para a música metal técnico / progressivo.
O que pensavas sobre isso em 1993, e o que pensas agora?

PM: Eu tinha uma imagem muito clara daquilo que o Focus precisava de ser. Eu não tinha certeza de como iríamos chegar lá, mas o processo foi tudo e eu vivia nesse estado de momento a momento, até que senti que estava completo. Depois que terminamos o disco, eu tive um momento "a-ha", onde eu era capaz de ouvir a música como um outsider e questionava o que era esta música. Soou como algo que veio de outra pessoa.
É maravilhoso ter essa oportunidade de ser realmente objectivo com o teu próprio trabalho.
Agora, embora eu não ouça o álbum, eu acho que comunicou da forma que deveria ter sido. Foi mais sobre a música como um veículo para um maior conceito/ideia, do que apenas uma colecção de canções de uma banda.
Houve uma seriedade com Focus com a qual eu me identifico, e muita dela vem de um único resultado de factores externos e internos no nosso meio que nunca podem ser repetidos.



BMF: 15 anos! É muito tempo para uma banda de estar numa pausa. Mesmo assim os fãs nunca esqueceram Cynic.
Qual é a sensação de ser tão bem recebido pelo público depois de tantos anos?

PM: Podes dizer que da experiência da reunião que eu recebi poderosas shakti1 e uma espécie de sumo de embriões. Eu suspeito que parte desse aumento de energia foi o que levou a Traced In Air. Foi um regresso à inocência e um círculo de cura integral minha e do Sean Reinert.


BMF: O sucesso da Reunion tour foi a principal razão para Cynic renascer e lançar um novo álbum?
PM:
Eu não poderia dizer que havia um "principal razão" para o retorno, mas o impulso que veio da reunião foi certamente um factor importante.


BMF: 2008, finalmente um novo álbum.
"Traced in Air" era esperado há muitos anos. Esta situação criou qualquer tipo de pressão para fazer um álbum melhor do que o "Focus"?
PM:
Eu não estou interessado em escrever um álbum sob pressão. O processo criativo para mim é libertado e aberto. Traced In Air, essencialmente, escreveu-se a si mesmo, daí o título. O álbum Focus foi a última coisa em minha mente. Eu estava apenas interessado em capturar onde estávamos agora. Poderia-se dizer, considerando que tínhamos acabado de regressar da reunion tour, onde tocamos Focus na sua totalidade todas as noites, que este estava de volta nos nossos ossos. Mas como Cynic é uma parte da nossa biologia e blocos de construção, acho que a vibração sempre virá naturalmente.


BMF: Como foi a reacção do público, revistas, rádios para "Traced In Air"?
Foi o esperado?
PM:
Eu não tive uma série de expectativas. Mais uma vez, sempre foi mais sobre o processo do que o resultado, mas curiosamente a imprensa e a reacção geral foi super positivo.


BMF: Traced in Air Box Collector's foi como um presente para os fãs.
Vocês acham que eles merecem algo único por todo este tempo que eles sofreram à espera de algo novo?
PM:
A caixa foi para essencialmente fornecer um ponto de referência mais completo para o álbum. Ele contém todos os tipos de subtilezas que só os verdadeiros fãs de Cynic irão apreciar. Eu amo os pormenores, o jogo da caixa está cheia deles, nomeadamente a brochura translúcida que revela muito do que se passou no processo criativo de uma forma muito evasiva mas particular que faz sentido com o registo.


BMF: No ano passado, muitos dos fãs portugueses de Cynic foram para o Festival Alterna Vigo. Era como um sonho tornado realidade para muitos.
Este ano, vocês finalmente e pela primeira vez estiveram em Portugal, no Festival Vagos Open Air.
Como te sentiste? O publico português recebeu bem os Cynic?
PM:
O festival foi divertido. Pareceu que as pessoas nos receberam bem, e nós gostamos de as conhecer.


BMF: Após os concertos, tu e os outros elementos de Cynic têm o hábito de caminhar pelo recinto. Conversando, tirando fotos.
Achas que é importante estar próximo das pessoas que admiram o teu trabalho?
PM:
Cynic representa um muito maior conceito/ideia. Assim, a ligação com os fãs de Cynic é como sair com amigos com quem tens uma sólida compreensão. Eu sinto que temos muito em comum com os fãs em termos de filosofia e estilo de vida por isso é mais sobre como se conectar com os corações /mentes e, muitas vezes estamos a falar de tudo menos de Cynic o que é fantástico.


BMF: És também um praticante de Yoga e meditação já há muito tempo.
Praticas alguma meditação antes de um concerto? Se assim for, como é que ela te ajuda para um melhor desempenho?
PM:
Medito diariamente e costumo fazer uma curta sessão antes de chegarmos ao palco só para tocar o chão e manter um senso de disciplina. A meditação é uma forma de participar activamente em presença e se eu posso usar isso como um lembrete para trazer isso para o meu desempenho - tanto melhor.


BMF: Se pudesses voltar no tempo, que ano escolherias e porquê?
PM:
Eu não mudaria nada. O momento actual é perfeito como ele é.


BMF: E com Cynic? Se pudesses voltar atrás 15 anos, farias algo diferente?
PM:
De maneira nenhuma. Tenho fé na forma como as coisas são.


BMF: O que podemos esperar para o futuro de Cynic?
Uma nova pausa ou outro álbum e concertos?
PM:
Sem tentar prever o futuro, neste momento o nosso plano é ter duas versões originais em 2010 (mais sobre isso em breve) e, provavelmente, um outro álbum completo em 2011, dependendo de como as coisas se desenrolam.


BMF: Gostarias de dizer alguma coisa a todos os fãs portugueses?
PM:
Obrigado por todo o amor e luz meus irmãos e irmãs. Nós enviamos o mesmo amor e luz de volta para vocês.


BMF: Obrigada Paul para esta entrevista, e eu espero ver-vos novamente em breve.
PM:
Obrigado eu Sandra



1Shákti significa o poder de um deus, na religião e mitologia indianos.
O sistema indiano de divindades se refere à Shakti como a manifestação da energia.



Vê a reportagem do concerto no Festival Vagos Open Air aqui: http://backstageforum.forumotion.com/live-music-feedback-f73/reportagem-vagos-open-air-2009-2-dia-08082009-t2594.htm

Conhece melhor a banda em:

http://myspace.com/cyniconline
http://cyniconline.com/


Last edited by Sandra Manuel on Fri Sep 04 2009, 12:33; edited 2 times in total
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
Krunus
Music listener
avatar

Registration date : 2008-01-14
Number of posts : 277
Country/ City : Gaia, Portugal

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 00:40

Estou sem palavras para descrever esta entrevista.
O Paul deve ser uma pessoa com uma mente muita aberta e positiva.
Optimo trabalho sandra. Estás sempre na linha da frente
Back to top Go down
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 01:17

Krunus wrote:
Estou sem palavras para descrever esta entrevista.
O Paul deve ser uma pessoa com uma mente muita aberta e positiva.
Optimo trabalho sandra. Estás sempre na linha da frente

Muito obrigada!
Gostei muito também do resultado desta entrevista, e o Paul é de facto um pessoa fantástica.
Super simpático, acessível!
Aliás, todos os elementos de Cynic são super simples!
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
Black Ju
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2008-02-26
Female Number of posts : 817
Age : 37
Country/ City : Portugal/Gondomar
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 02:26

Parabéns pela entrevista.
O Paul é sem dúvida uma pessoa extraordinária. Muito diferente do comum dos mortais. Lindo por dentro e por fora.
Cynic transmite a essência dos seus elementos. Muito bom mesmo.
Back to top Go down
DNB raver
Music listener
avatar

Registration date : 2008-05-02
Number of posts : 229
Country/ City : Vila Nova de Gaia
Preferred Music Style : Drum&Bass

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 11:10

Faço minhas as palavras do Krunus.
Adorei ler esta entrevista. Apesar que agora não ouço Metal como ouvia à uns anos atrás. fico contente por ver os Cynic de volta e em grande força.
Está de parabéns Sandra.
Back to top Go down
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 11:13

Obrigada a todos ;)
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
MI-13
Backstage Press | Level 3
Backstage Press | Level 3
avatar

Registration date : 2008-02-26
Male Number of posts : 956
Age : 39
Country/ City : Portugal/V.N.Gaia
Preferred Music Style : MEtal

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 04 2009, 20:09

è com algum sentimento nostálgico que leio esta entrevista, faz-me recuar quando em 1994, tinha começado a ouvir metal, há pouco tempo, quando o "Focus" me veio para ás Mãos .eu era fá dos Death e como sabia que o Paul e o Sean tinha participado, tinha curiosidade em ouvir .
Lembro,me perfeitamente como me senti qdo ouvi os primeiros acordes e o efeito Vcoder logo no tema "VEil of MAya" e apartir daí tudo mudou para mim a forma como ver e ouvir o Metal em geral de forma equilibrada e eclétia, que me abriu portas para ouvir todo o tipo de metal e naõ assim passados tantos anos, ainda continuar com o mesmo feeling de ouvir e tocar Mtetal de daí tirar o verdadeiro prazer e adrenalina de um Teenager.
Continuei sempre a acompanhar após o "Focus" ,quando colocaram uma vocalista na demo "Portal" , que era também muito bom, depois mais tarde com os elementos em vários projectos como Aghora, etc deu sempre para sonhar que poderiam voltar e VOLTARAMMMMMMMMMMMMM
Obrigado Paul e CYNIC

Parabéns pela entrevista Sandra, as perguntas foram certissímas e equilbradas perfeitas e com uma textura adequada aos CYNIC .

Tive a a sorte de os conhecer ano passado Em Vigo e de assistir ao Concerto, que foi um momento de alegria enorme, mas este ano em Vagos ainda foi melhor, pois o ambiente foi excelente e estavam mais roadados

VEIL Of MAYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAaa
Back to top Go down
João FUZZ
Music listener
avatar

Registration date : 2009-07-22
Male Number of posts : 14
Country/ City : Barcelos, Portugal
Preferred Music Style : Metal, grindcore

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Sat Sep 05 2009, 18:03

Um dos meus ídolos! Tive imensa pena de não me cruzar com ele no Vagos, mas foi um prazer ler esta entrevista!! Obrigado Sandra!
Back to top Go down
Victor Matos
Musician
avatar

Registration date : 2009-03-24
Number of posts : 75
Country/ City : Portugal/V.N. de Gaia
Preferred Music Style : Metal

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Sun Sep 06 2009, 10:44

Boa entrevista, muito bem concebida , as perguntas estão bem extruturadas, deu para ficar com uma ideia da personalidade do Paul e o porquê do "fenomeno" Cynic!!
Parabéns Sandra.

O que eu mais admiro nestes gajos é a sua simplicidade e humildade, dá para notar que GOSTAM de conhecer os fãs, trocar ideias e conviver, até nisso são um pouco diferentes.
Back to top Go down
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Sun Sep 06 2009, 13:04

Mais uma vez, obrigada a todos.
As respostas do Paul ajudaram em muito a entrevista!
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
Maglor_Equaleft
Music listener
avatar

Registration date : 2008-06-06
Male Number of posts : 32
Age : 38
Country/ City : Portugal/Avintes
Preferred Music Style : Music is my Medicine. ALL.

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Tue Sep 08 2009, 00:40

Sandra, fico mesmo feliz por teres tido a vontade e oportunidade de fazer esta entrevista. O Masvidal é uma grande inspiração para mim, em tudo o que ele faz na música. Se nunca ouviram Aeon Spoke, o outro projecto/banda dele também com o Sean Reinert, experimentem agora. As músicas foram inspiradas pelo trabalho terapeuta dele.

Este último trabalho dos Cynic, eu comprei-o e guardei-o religiosamente como sagrado para o ouvir no meu lugar especial, que é o Gerês. Ou seja, não o ouvi e guardei-o para uma subida até à montanha mais alta no Gerês.

Os Equaleft sempre a chatearem para eu ouvir o álbum, e eu nunca lhe toquei conscientemente.
Mas quando me fiz à montanha este verão com a mochila às costas, e meti os headphones e "play"..., -10Km a subir os Carris que fiz como se tivesse asas!- os meus olhos pareciam contemplar um local poderoso espiritualmente. Sou obrigado a reconhecer ali para o que vivo realmente, e que se morresse ali no momento em que soasse a última nota da grande obra... eu estaria preparado, porque os Cynic voltaram e lançaram novo álbum.

Amen.
Back to top Go down
Sandra Manuel
Backstage Press | Manager
Backstage Press | Manager
avatar

Registration date : 2008-03-06
Female Number of posts : 2133
Age : 39
Country/ City : Cortegaça
Preferred Music Style : Metal, Goth, Rock (well, a little bit of everything)

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Tue Sep 08 2009, 11:15

Obrigada Maglor pelo teu testemunho!
É muito bom quando a música tem esse efeito todo em nós!!
Back to top Go down
http://www.sandramanuel.com
Drakos
Music listener
avatar

Registration date : 2008-04-09
Male Number of posts : 171
Age : 39
Country/ City : Portugal/Gondomar
Preferred Music Style : Metal/Rock

PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   Fri Sep 11 2009, 17:05

Parabéns pela reportagem Sandra, mto bem concebida ;)

Gostei de conhecer um pouco do que há por trás de Cyniic. Vê-se que o Paul Masvidal é uma pessoa que usa a sua mente para impulsionar a musica de Cynic. E na minha opinião é o essencial para uma banda ter uma marca unica da banda. E Cynic têm isso, "move-se" pelo que os membros da banda pensam e sentem.

Mto bom.
Back to top Go down
Sponsored content




PostSubject: Re: ENTREVISTA CYNIC   

Back to top Go down
 
ENTREVISTA CYNIC
Back to top 
Page 1 of 1

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
Backstage Music :: General :: Hard n Heavy :: Interviews-
Jump to: